Sobre Los monstruos

O livro de Ana Teresa Pereira “Os Montros” editado em três línguas (português, espanhol e francês) faz parte de um coffret especial de 12 livros com obras de “autores insulares”.

Para as pessoas interessadas em adquiri-lo o preço do coffret é de 25€ ao qual acresce o valor dos portes de envio de aproximadamente 16€.

O coffret pode ser adquirido no MAC- Museu de Arte Contemporânea do Funchal, através do contacto 291213342. A disponibilidade dos coffrets é limitada ao stock existente

Um grande obrigado à Patrícia Ribeiro (ex-Fnac), única pessoa (entre várias livrarias contactadas em Portugal e no estrangeiro) que respondeu ao nosso pedido, em nome individual.

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Festival Literário da Madeira

No primeiro Festival Literário da Madeira, que decorreu entre 1 e 3 de Abril, o nome de Ana Teresa Pereira (que foi convidada para o evento mas recusou) foi lembrado por Inês Pedrosa, na primeira mesa “Os escritores que fogem da fama”:

No espaço aberto a perguntas do público duas intervenções surpreenderam. A escritora Inês Pedrosa, que integra o elenco de 25 autores convidados para este primeiro Festival Literário da Madeira, lembrou Ana Teresa Pereira – a escritora madeirense editada pela Relógio d’Agua que foi convidada para o Festival mas recusou, tal como recusa qualquer entrevista ou participação em actos públicos.

Também referenciado pela Sara Figueiredo Costa

Entretanto o Luís Ricardo Duarte deixa-nos um pequeno excerto de Os Monstros:

Ainda sobre os escritores que fogem da fama merece destaque a intervenção do José Mário Silva.

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Novo livro – A Pantera

Lido primeiro aqui:

Como descrever um livro de Ana Teresa Pereira? Um homem e uma mulher, uma casa, muito nevoeiro, alguns fantasmas, várias obras de arte que remetem a narrativa para o mundo do cinema, do teatro, da música e das artes plásticas. É um universo único no panorama literário português e tem muito de labiríntico. É fácil entrar, mas difícil de sair. E no seu interior é possível encontrar múltiplos sentidos. Tudo isto, recorde-se, em doses regulares, já que a escritora mantém o seu ritmo de publicação anual.

A PANTERA
Ana Teresa Pereira
Relógio d’Água
28 de Abril

Se alguém tiver mais detalhes por favor avise.

 

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Edição trilingue de Os Monstros, de Ana Teresa Pereira

De Ana Teresa Pereira, acaba de sair em Espanha a novela Los monstruos, uma edição Horizontes Insulares. Trata-se de um projecto de arte e literatura contemporânea, apoiado pelo Governo das Canárias, para divulgação de trinta e seis autores de onze territórios insulares, que vão de Cuba a Cabo Verde.
O presente volume, dedicado à Madeira, conta com ilustrações de Eduardo de Freitas.
A obra, trilingue, tem tradução para espanhol de Ricardo Pérez Piñero e para francês de Nicole Siganos.
retirado daqui
Publicado em Uncategorized | 4 Comentários

black swan

… e estavam la, as marcas no corpo, o monstro, as asas, nas pessoas e nas estatuas…  a mesma que é outra no reflexo do espelho,  a ambiguidade entre o “sonho” e a realidade … e, num personagem sem qualquer importância, o nome tom…
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

“Un balcon sur la mer”

… Marie-Josée Croze, na primeira parte do filme parece-se terrivelmente com uma das personagens femininas de Ana Teresa Pereira… loira, de olhos azuis, pernas magras e compridas… silenciosa, misteriosa, de vestido às florzinhas …

… e dentro de uma historia de amor antiga… de quando ainda eram crianças… Cathy parece estar de regresso muitos anos depois, mas Marc descobre que afinal ela morreu ha muito tempo…

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

green

Para mim é difícil imaginar uma coisa e um dia encontrá-la tal como a imaginei. Acontece-me isso com as mais variadas coisas. Com a leitura da poesia em voz alta, por exemplo, nunca gostei de ouvir os outros dizerem poesia porque nunca o diziam da forma como eu a ouvia ou da forma eu a lia interiormente e um dia encontrei o CD dos poetas. Todos os poemas são ditos da mais bela forma, mais bela do que alguma vez imaginei … 

Quando leio os livros da Ana Teresa Pereira, e me transformo na personagem feminina, muitas vezes fui à procura de uns brincos, de um anel ou de uma pulseira verde jade. Mas em tantos anos nunca consegui encontrar… e no outro dia, sem saber como, fui ter ao Mulot Bricole, vi estes brincos e fiquei sem palavras, a minha imaginação fotografada apresentava-se assim, sem prevenir… perfeita…

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário