O Ponto de Vista dos Demónios

O Ponto de Vista dos Demónios (2002)

Relógio D’Água

Nota: os textos aqui publicados retomam, com algumas alterações as crónicas saídas no jornal “Público”, entre Outubro de 2000 e Julho de 2002

– A água e o fogo
– O tempo dos fantasmas
– O anjo caído
– Mar de sargaços
– Nostalgia
– O menino e o boomerang
– Dança nas trevas
– Pequeno almoço com diamantes
– O ponto de vista dos demónios
– O medo do escuro
– O amor
– Os quasares
– O silêncio
– I desired dragons…
– Com mil raios e coriscos!
– My lady
– O tigre
– Porque só eu vou morrer
– O primeiro amor
– O sonho de Caliban
– Recorda-me ao morrer
– És a terra e a morte
– As montanhas e os rios

Capa – pintura de Monet

Anúncios