Ana Teresa Pereira… noutros lugares…

Proserpine (1874), Dante Gabriel Rossetti

Proserpine (1874), Dante Gabriel Rossetti

Há dias encontrei estas palavras no blog da Trama que me fizeram pensar no comentário que deixei no último post do Nuno… e voltaram a lembrar-me das palavras do Eduardo Prado Coelho num Mil Folhas, de há uns tempos atrás:

“há o risco de uma certa monotonia, mas cria-se o conforto dos reencontros, como quem todos os anos pelas férias regressa à mesma praia e aos pequenos bares que as rodeiam e às casas pequenas sobre a areia.”

“o princípio do mundo. um anjo do princípio do mundo” (…) ” em todos os livro há duas pessoas que estão ligadas… mas como já se conhecem há muito tempo (…) desde o princípio do mundo? – algo assim. – e eles encontram-se… – suponho que em todos os livros… eles se encontram de novo”

“é isso que redime a repetição: o que se repete é sempre a primeira vez e é como primeira vez irrepetível que se repete.”

… e aconchega-me pensar que ha coisas que permanecem intactas…

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Uma resposta a Ana Teresa Pereira… noutros lugares…

  1. Catarina diz:

    e ainda bem que está de volta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s